segunda-feira, 5 de agosto de 2013

O treino mais lento de sempre

Não consigo dar outro nome a este artigo. E quem diz a verdade não merece castigo...

Após algumas semanas de treinos acima dos 20 km, ontem o plano era correr "apenas" 15 km. E de manhã estava completamente fora de questão pois eu tinha uma festa de anos que possivelmente iria durar a noite toda. Então porque não fazermos um treino em plena hora de maior calor em mais uma tentativa de nos habituarmos a correr a essa hora? E foi isso que eu e o João planeámos, começar o treino por volta das 13h. Escusam de deixar comentários a chamar-nos loucos, doidos varridos ou outros sinónimos pois nós temos plena noção (pelo menos eu tenho) que não somos bons da cabeça. Mas também temos noção que precisamos de nos habituar a correr com calor e a esta hora pois no dia da maratona não teremos como evitar correr à hora de maior calor. Simplesmente vai acontecer. Prefiro saber que me preparei do que chegar ao dia e correr terrivelmente mal porque não me preparei suficientemente bem.

Na sexta fui correr cerca de 45 minutos e as pernas não estavam no seu melhor. Tive de alternar com alguma caminhada mas fez-se. Fui até Monsanto pois estava cheia de saudades de correr rodeada de árvores e de algum silêncio. Revi o casal já com alguma idade que já via no ano passado a passear pelos trilhos de Monsanto. São um casal muito simpático e cumprimentam-me sempre que passam por mim. E eu gosto de vê-los, de ver como transmitem tranquilidade e energia ao mesmo tempo. Vi uma senhora a passear o seu cão e vi 3 ou 4 pessoas a correr. A melhor altura foi quando não vi ninguém e parecia que tinha Monsanto só para mim, apesar de saber que mais à frente, a seguir à curva, ia o tal casal. Mas ir ali no meio das árvores sem ver ninguém é uma sensação fantástica.

Sábado à noite tinha uma festa de anos e para resumir passei 4 horas seguidas a dançar e cheguei a casa já estava o dia a nascer. 4 horas depois estava a acordar mas ainda tinha tempo para dormir mais uma hora, por isso deixei-me ficar na cama na ronha. Quando me convenci a levantar também me convenci que fazer 15 km daí a pouco menos de 2h seria um milagre.

Quando cheguei ao pé do João ele bem viu como eu estava. Perguntou-me se eu queria encurtar o treino, eu respondi que logo se via como as coisas corriam. Mas que de certeza que teríamos de alternar entre corrida e caminhada. 

Quando começámos o treino já eram umas 13h30 e logo pensei que provavelmente por volta dos 10 km iria dizer ao João para darmos por concluído o nosso treino por aí. Começámos a correr à volta do lago e cedo comecei com desejos de me mandar à água. A água estava com bom aspecto para um mergulho e os patos todos lá com um ar feliz e contente contrastavam comigo. 
Após corrermos 1 km e 600 m festejei pois só o ter chegado ali já era para mim uma vitória. Sim, quem vos escreve estas linhas é a mesma pessoa que correu 27 km a semana passada. 
Num dia normal por muito que os primeiros km's me possam custar um pouco, eu sei que eventualmente vou descontrair e relaxar e irei correr "normalmente". Mas ontem eu soube desde o inicio que não iria dar. 
Sabe-se lá bem como ainda consegui subir sempre a correr (se é que se pode chamar aquilo correr...) a rampa que vai dar ao Estádio Nacional. Depois descemos por um trilho e estávamos novamente lá em baixo. Aos 3 km e algumas centenas de metros eu tive de andar. E a partir daí para a frente foi sempre uma alternância entre correr e andar. 

Corremos um bom bocado na zona do corta-mato. Amaldiçoei os pequenos troços de areia ( e eram só uns 5 ou 6 metros) e admirei ainda mais as pessoas que correm a UMA. 
O João estava fresco, eu simplesmente fui-me aguentando a correr o que podia. Conversámos muito. Mesmo muito porque tivemos muito tempo para isso. Se não fosse a sua companhia eu não teria nem corrido 1 km. 

Após algumas voltas na zona do corta-mato eu sentia-me mais ou menos bem e o João perguntou-se se eu queria ir fazer a rampa de que ele me tinha falado no treino anterior que fizemos no Jamor. Eu disse que sim, que provavelmente a iria fazer a andar, mas vamos a isso! E assim foi, ainda aguentei a correr os primeiros metros mas depois teve de ser a andar. Ainda nos rimos bastante sempre que o João me dizia o ritmo do km anterior. Oh, o que nós nos rimos! Eu nem sequer vou aqui escrever que é para vocês não se assustarem. O que vos posso dizer é: não vão dançar a noite inteira e dormir só umas horinhas se no dia seguinte quiserem ir correr! Não aconselho mesmo nada! E não tenciono repetir a façanha! 

Depois desta rampa metemos por mais trilhos. Uma zona de trilhos que eu não conhecia, e que não explorámos no outro treino que fizemos no Jamor, e que adorei! Temos de lá voltar João. Mas num dia "normal" :)
Subimos bastante (ou pelo menos foi o que me pareceu) e a estratégia foi andar nas subidas. E por muito que eu quisesse correr as pernas não obedeciam. Não valia a pena estar a forçar. Há ali um parque de aventura e haviam uns estrados pendurados no ar e uma zona de rappel mas não se via ninguém. Algures por esta altura completámos 10 km. Um pequeno milagre! 
Depois começámos a descer e retomámos ao piso zero e à zona do lago do Jamor. Ai a vontade que eu tinha de me atirar à água! Comentei com o João e juntos magicámos algumas estratégias para nos atirarmos à água, coisa que supostamente não se pode fazer. 
Se aparecesse alguém dizíamos que tinhamos:
a) tropeçado e caído à água;
b) caído à água porque estávamos tão exaustos do calor.
Apesar das nossas estratégias lá resistimos ao chamamento da água.

Passámos por um cãozinho que ia a passear com a dona. Era um cãozinho minúsculo. Cabia nas nossas mãos. Ele começou a correr atrás de nós a puxar a trela e acabámos por parar para lhe fazer umas festas. Ele era tão meiguinho e tão piqueno! 
Lá seguimos com a nossa corrida. Passado um pouco mais caminhada e arranjámos nova estratégia para fazermos os quilometros que faltavam. Por esta altura já iamos com 12 e tal. Se fiz 12 e tal, faço 15, nem que saia daqui amanhã! A estratégia definida foi correr 500 m e andar 100m. Até correr 500 m seguidos me custava. A pausa de 100 m foi sempre muito bem-vinda. Nos últimos 800 m o João queria corrê-los de seguida. Impossível para mim! Se eu já mal me estava a aguentar a correr 500 m seguidos quanto mais 800. Corremos 400, andámos 100, corremos os últimos 300. Nos últimos 100 m o João fez um sprint, eu acelerei apenas um bocadinho. O João acabou vários segundos antes de mim.

15 km  feitos. 
Os milagres existem.

21 comentários:

  1. Deste mais uma prova da tua garra ao completares os 15 estipulados apesar de estares como estavas.
    Não te cheguei a dizer mas quando te fui buscar, parecias mais uma zombie em modo automático!

    Não foi uma questão de milagre, foi uma questão da tua força de vontade! (ou melhor, foi um milagre manteres essa tua força de vontade quando não tinhas outro tipo de forças...)

    O treino até que foi bem divertido, não achaste?!? :)

    Beijinhos

    PS - E eu não ter contado nada disto no meu artigo foi propositado para seres tu a relatá-lo, o que teve mais piada! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não era preciso dizeres nada que eu bem me vi ao espelho e o que vi foi uma zombie.

      O treino foi bem divertido, eu gostei bastante acredita. Temos é de lá voltar para fazermos um treino como deve ser.

      Beijinhos e boa semana!

      Eliminar
  2. É nestes treinos que se cresce como atleta. Parabéns pela persistência :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade. São treinos muito bons para a maratona para percebermos se temos a capacidade para continuar apesar do que possa estar a custar. Quando tiver que andar ano, mas não desisto :)
      Beijinhos e boa semana.

      Eliminar
  3. Mais um valente treino...motivação em alta e a garra da atleta (s) ficou mais uma vez provado. Além disso, vinhas de um longão :) .... 4 horas a dançar pode ser considerado treino, não achas?
    Beijinhos e continua a dar-lhe com força

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente. 4 horas a dançar pode muito bem ser considerado um treino longo :)
      Beijinhos e força também para ti!

      Eliminar
  4. Parabéns pela "garra" demonstrada. Foi um treino também de cabeça, já que o corpo não queria (ou não conseguia) responder. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um treino feito com 99,9% de cabeça e 0,1% de pernas. As pernas estavam uma lástima.
      Beijinhos e boas corridas.

      Eliminar
  5. E no dia da maratona vai fazer frio, chover e cair granizo hi hi hi hi hi hi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que nós já temos comentado isso entre nós. Tanta preocupação com o sol e com o calor e se calhar chega o dia e está frio e chuva. Espero bem que sim! =)
      Beijinhos

      Eliminar
  6. 4 horas a dançar???? Isso já não é para mim, ainda se fossem 4 horas a correr em trilhos:)
    Mas foi um grande treino de resistência, e isso é o que vai ser preciso.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hihihi =P
      Passei mais tempo a dançar do que muita gente demora a correr uma maratona =)
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar
  7. Acho que não vão precisar desse treino em calor, mas é melhor prevenir! Ao menos testam de tudo, inclusive dias em que as pernas não querem. ;)

    Para terminar, só uma pergunta técnica: tendo começado a correr às 13h30, almoçaram antes? Comeram só qualquer coisa? É que foi algo que pensei no TNLO, em que não quis jantar para a comida não acentar mal, mas depois também não queria correr de "depósito meio vazio"! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não almocei (penso que o João também não). Queriamos recriar as condições do dia da maratona em que já vamos almoçar à hora do lanche... O que fiz foi tomar um pequeno-almoço mais recheado e levei comigo marmelada e bebida energética.
      Depois do treino já não almocei, lanchei "à grande e à francesa" =)
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar
  8. Treino bem duro o teu!
    Será que não é o corpo a pedir um pouco de descanso?
    Penso nisso!
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não creio, pois o corpo tem descansado bem. Só tenho feito 4 treinos semanais e só um é longo.
      O corpo estava a pedir descanso sim, mas foi por causa da longa noite que tive :)
      Beijinhos e boa recuperação.

      Eliminar
  9. 2ª CORRIDA SOL&DÁRIA DO FESTIVAL PRAIA SOBRE RODAS
    https://www.facebook.com/events/492775420810941/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela divulgação.
      Ainda tenho de ver se posso ir.

      Eliminar
  10. 2ª CORRIDA SOL&DÁRIA DO FESTIVAL PRAIA SOBRE RODAS
    https://www.facebook.com/events/492775420810941/

    ResponderEliminar
  11. E foi um belo treino!!! Sim foi mesmo... porque se tivesse sido eu nessas circunstâncias nao teria corrido nem 100m. Por isso admiro essa tua determinação e força de vontade. (vejo por aí também um bocadinho de "teimosia" eheheh)
    Melhores treinos virão madrinha, tenho a certeza.

    E força nesses treinos beijinhoss*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E vês muito bem..... ;)
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar