quinta-feira, 6 de junho de 2013

Faltam 4 meses...

Tanto tempo! E ao mesmo tempo...tão pouco tempo!

Agora que já sabem a aventura onde esta rapariga se meteu (esta é uma frase que me sai da boca com alguma frequência: "mas onde é que eu me fui meter?" hihihihi) já posso contar-vos tudo, inclusivé sobre o treino de 20 km que fiz ontem :) 
Meter km's nas pernas. Meter km's nas pernas!

Os meus leitores, no geral são também os leitores do João mas, caso não tenham ainda lido a versão dele dos acontecimentos, podem ler aqui.

O plano de treinos definido começa oficialmente no dia 23, mas para não começarmos assim de repente há que ter algumas bases para trás, não é? Por isso tínhamos definido para ontem um treino de 18 km. Eu não estarei em Lisboa no fim-de-semana, irei acampar com uns amigos para a costa alentejana (sem comentários quanto ao tempo....), por isso o treino longo passou para meio da semana.

Na terça-feira fui correr meia-hora, só para descomprimir.

E ontem ao final do dia, encontrei-me com o João em Algés para um treino de 18 km.
Combinámos que se por acaso nos sentíssemos bem continuávamos até aos 20.

O percurso foi: Algés - Belém - Alcântara - Santos - Cais do Sodré - (quase) Terreiro do Paço - Cais do Sodré - Santos - Alcântara - Belém - Algés e mais uns pózinhos mágicos

Se me puser a comparar este treino de 20 km com o tal que fizemos em Maio entre Cascais e Algés, preferi de longe o de Cascais-Algés, o que por um lado é bom sinal, visto que esse foi feito mais nas condições da maratona, de manhã, a um domingo e com calor.

Ir correr ao fim do dia tem as suas vantagens, mas também tem alguns inconvenientes. Uma pessoa está mais cansada e a certa altura já só quer é ir para casa jantar (o nosso treino acabou já perto das 21h). Mas por outro lado é bom para treinar a parte psicológica, ver se mesmo já estando a custar, conseguimos continuar a correr (ou a arrastar-nos, como preferirem).

Começámos o treino nas calmas e nas calmas prosseguimos, só que a primeira meia hora foi para desenferrujar os músculos. O local é óptimo para se correr e encontra-se bastante pessoal a correr pelo caminho. Junto ao rio com a ponte 25 de Abril como pano de fundo, simplesmente lindo! 
Apanhámos algumas partes mais chatas para se correr, nomeadamente empedrado. Detesto empedrado! Mas depois chegava o alcatrão e parecia-me quase relva. Também corremos um bocadinho em relva, logo no inicio do treino.

Passámos por pessoas sentadas em esplanadas e nós ali a correr 20 km. É nestas alturas que percebo a razão porque algumas pessoas possam achar-nos maluquinhos...
Já quando fizemos o treino de 20 km Cascais-Algés pensei o mesmo. Tudo ali nas praias, tudo a descontrair e nós ali a correr entre Cascais-Algés. Claro que as pessoas nos acham loucos! 

Mas prosseguindo.

Como de vez em quando não havia passagem junto ao rio, tínhamos de cortar para dentro para mais à frente voltarmos à "costa". Assim, quando chegámos perto do Terreiro do Paço já tinhamos 9 km, era altura de voltar para trás (ainda pensando nos 18 km). Nesta altura íamos bem e nem parecia que já tinhamos feito 9 km. 
Quando estávamos junto ao Padrão dos Descobrimentos fizemos um ligeiro desvio e fomos à Ásia, a África, à Oceânia, às Américas e à Europa, até demos um saltinho aos Pólos! Já podemos dizer que corremos nos 5 continentes! Hehe =) Para quem não conheça o dito monumento ou que simplesmente não se lembre, em frente ao Padrão dos Descobrimentos há um mapa mundo no chão. E a Isa feita maluca quis ir lá correr em cima só para poder dizer que "já correu nos 5 continentes". Há gente com um parafuso a menos...

Quando chegámos aos 16 km acordámos que iríamos até aos 20, pois ambos íamos a sentir-nos bem. Eu até disse, "quem faz 18, faz 20"! Está bem, está...E convencer as pernas que elas afinal sempre iam até aos 20? Comecei a quebrar e não foi pouco. Só para terem noção esses últimos km's foram feitos a um ritmo ainda mais lento do que o da minha primeira meia maratona! E eu demorei 2h32m a correr a minha primeira meia-maratona....actualmente o recorde está em 2h02m...
O João ainda me perguntou se eu queria parar, mas como eu sou teimosa (espero que seja isto que me vai valer no dia da maratona) disse que não. Já tinhamos decidido ir até aos 20, portanto íamos até aos 20! Podia ir a arrastar-me, mas ia! A respiração ia boa, as pernas e o corpo no geral é que já acusavam o cansaço. Mas conseguimos! 20 km feitos ao final do dia!

Mais tarde com um bacalhau à braz no estômago e uns quadradinhos de chocolate com avelãs fiquei logo melhor :)
Já estou quase pronta para outra!

16 comentários:

  1. Olá!
    Com um bacalhau à braz e chocolate com avelãs, qualquer um fica melhor! :-)
    Parabéns pela decisão de encarar uma maratona! Essa decisões que a princípio parecem loucura acabam por dar motivação, e são, em minha humilde opinião, o tempero da vida.
    Bons treinos e boas corridas. E que a maratona seja tão boa, que ela se torne a primeira de muitas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :)
      Só de olhar para o chocolate fiquei logo melhor :)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Parabéns! Custa tanto fazer treinos longos durante a semana... Mas é como dizes, tem de se treinar também a parte mental.

    Beijinhos e bons treinos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa mesmo! Eu nunca tinha feito um treino tão longo durante a semana e não foram nada fáceis aqueles últimos km's.
      Beijinhos e boas corridas.

      Eliminar
  3. Eu acho que é melhor encarares que "ainda faltam quatro meses" e não tanto "já só faltam quatro meses". O que de mais valioso aprendi na minha preparação para a Maratona foi a tendência para se fazer quilómetros a mais.

    Cheguei fatigado à prova muito por culpa disso (e de três valentes pratadas de massa na véspera - exagerei também na alimentação no dia antes da prova).

    Na minha pouca experiência, os quilómetros a mais fi-los durante a semana... penso que os treinos longos (15km para cima) fi-los em boa conta e medida, mas não foram raras as semanas em que, por receio / entusiasmo, etc. fiz um treino a meio da semana de 12km... com reflexos no cansaço acumulado. :)

    Bjs, bons treinos e bons períodos de recuperação!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Três pratadas de massa?... Bem...de facto foi um bocadinho de mais =)

      Este foi o único treino longo durante a semana e foi mesmo por causa do fim-de-semana prolongado. Quando começarmos a preparação a sério os treinos longos serão todos ao fim-de-semana.

      Obrigada pelos conselhos.

      Beijinhos.

      Eliminar
  4. O organismo habitua-se às horas e para quem nunca tinha corrido estas distâncias a estas horas, apenas o fizeste sempre de manhã, realizaste um rico treino. Eu gostei muito!

    Os da esplanada que pensem o que quiserem mas o certo é que daqui a uma semana nem se lembram que estiveram numa esplanada a relaxar, enquanto tu estás a trabalhar para um objectivo que nunca mais sairá da tua melhor memória! :)

    E essa de te chamares teimosa, eu substituía antes por altamente motivada e empenhada :)

    Beijinhos Pré-Maratonista Isa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei dessa dos da esplanada =) Tens toda a razão. Estou a trabalhar para viver um momento inesquecível!

      Altamente motivada, sim. Mas também teimosa!

      Beijinhos maratonista João :)

      Eliminar
    2. Pronto... não teimes mais... também teimosa! Mas no bom sentido :)

      Eliminar
  5. Nunca corri 20 km a meio da semana e pelo que contas não é fácil. Mas mais um ou dois treinos desses e já nem te lembras das dificuldades. E depois com comidinha da boa...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim não foram muito fáceis os últimos km's, mas o João fez na boa, por ele até continuava.

      O João é testemunha que eu nos km's finais comecei a dizer baixinho "bacalhau à braz, bacalhau à braz" repetidamente. Foi a forma que arranjei de continuar. Ir pensando no jantar =)

      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar
    2. Confirmo que sim! De tal maneira que até já me estava a apetecer bacalhau à Braz! :)

      Eliminar
  6. Essa das esplanadas!...
    Imagina eu nas das 12 horas de Vila Real de Santo António (1987) a passar nas esplanadas em Monte Gordo, cheias de Espanhóis abancados, e eu já com 5, 6, 7, ou mais horas nas pernas.
    Nem sou muito amigo de cafés e esplanadas (tenho “bicho carpinteiro” ) mas aquilo fazia-me um inveja e só me dava vontade de sentar e não levantar tão depressa!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehe. Adorei essa história Jorge.
      Imagino que sim, depois de tantas horas a correr só te daria era vontade de te sentares a relaxar.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Muitos parabéns pela decisão de te inscreveres na maratona.

    ResponderEliminar