sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Monsanto, 25 km, bastões e Hélder Ferreira

No passado sábado fomos até Monsanto para fazer 25 km.
O dia amanheceu frio. Numa rotunda a relva estava branquinha com algum gelo que se tinha formado. Ai que íamos passar algum frio em Monsanto! E este ano já tinhamos a nossa quota parte de frio nos Abutres...
Bem equipados com luvas, gola, fita e corta-vento iniciámos o nosso treino por volta das 9h. Fim-de-semana de desportistas é assim, em vez de ficarmos a descansar nos lençóis quentinhos vamos correr ao frio. Bora lá então! :)

A novidades neste treino foram....

Bastões.

Depois do trauma nos Abutres finalmente fiquei convencida que há situações em que uns bastões dariam muito jeito e fui comprar uns (dos mais baratos) à Decathlon durante a semana.
O Vitor ainda não ficou convencido mas também pode ir experimentando os meus de vez em quando para ver se consegue adaptar-se.

Chegados às zonas mais técnicas que descobrimos no anterior treino por Monsanto comecei a dar uso aos bastões.



Foi deveras interessante. Claramente notei que estava a forçar menos as pernas. Tal como alguns atletas já nos tinham dito, as pernas são poupadas e não custa tanto subir. Para descer também experimentei usá-los mas achei que me estavam a estorvar mais do que propriamente a auxiliar, mas provavelmente é uma questão de prática. 
Gostei realmente de usar bastões nas subidas, a sensação de esforço nas pernas é aliviada. Em contrapartida ficaram a doer-me os braços. Penso que isto se deve ao facto de eu ainda não estar muito habituada a usar os bastões e por essa razão ainda não vou levar os bastões a Sicó, mas tenciono continuar a fazer uns treinos com eles para me ir habituando.




Tal como disse, começámos o treino pela tal zona que tanto tínhamos gostado e estava ansiosa por descobrir a cascata que tínhamos visto no outro treino, mas quando lá chegamos era isto...


A cascata tinha secado :(
Fica para a próxima.

Esta zona é frequentada pela malta do BTT e afins. Esta malta é doida!
Vêm a descer a alta velocidade de bicicleta, aquilo até assusta!

Apanhei um a descer.
Reparem que até capacete usa.

Mais à frente reparei numa subida curta mas bastante inclinada.Virei-me para o Vitor e apontei para a parede. Ao que ele respondeu "Eh lá, é um bom desafio." Enquanto estávamos parados a falar, quem é que passa por nós a correr? O grande Hélder Ferreira!
Fico tão pasmada que digo "Olha o grande Hélder Ferreira!" e o Vitor diz "Então é aqui que os campeões treinam!" O grande atleta fica pasmado e só responde que ali é um bom sítio para treinar e depois sobe a parede A SPRINTAR com se nada fosse!!!
Nós subimos aquilo a andar e a custo. Está visto porque ele ganha provas. Sim, porque se não conhecem o Hélder Ferreira tinham obrigação de conhecer. É "SÓ" o vencedor dos 100 km de São Mamede do ano passado, é só um dos melhores ultra-maratonistas portugueses!!!

O Vitor a subir a custo a tal parede que o Hélder Ferreira fez a acelerar...




Ao longo da manhã o dia foi-se pondo bonito e mais quente, fomos tirando algumas camadas pois a correr uma pessoa aquece.
Demos umas voltinhas boas, voltámos a encontrar o Hélder Ferreira que nos reconheceu e desejou um bom treino. Ai ca emoção! :)
A zona onde o reencontrámos era boa, pois era sempre a descer e ele vinha a subir, a correr claro. Então, inspirados por este grande atleta, decidimos depois subir aquilo tudo de forma intervalada. X metros a correr, x metros a andar. E assim foi. Custou mas conseguimos.

Mais para o final já estávamos a ficar um pouco cansados mas já faltava pouco para os 25, por isso demos umas voltinhas junto ao Anfitetatro Keil do Amaral num passo de corrida lento mas certinho, aquilo a que agora chamamos carinhosamente de serratrote.
Ora, penso que nunca falámos aqui do serratrote mas vou-vos contar a história agora. 
Em Arga, quando vínhamos com os atletas vassoura, sempre que dava para correr, eles incentivavam-nos a fazê-lo, nem que fosse num passinho lento. Chamavam aquilo serratrote porque segundo eles a Glória Serrazina corria assim. Ao longo duma prova, fosse a subir, fosse a descer ou fosse plano ela mantinha sempre a mesma passada certinha e é assim que outra grande atleta do trail consegue completar e de forma excelente as suas provas.
E desde aí que sempre que dá para correr nem que seja lentamente dizemos sempre um para o outro "vá, serratrote". E o serratrote é muito bom, quando se encontra ali a mudança certa, deixamo-nos ir e quase que nem se dá pela coisa, é género piloto automático.


E assim acabámos os nossos 25 km por trilhos de Monsanto. Foi um bom treino, muito variado e com algum grau de dificuldade imposto a nós próprios para que nos sintamos minimamente preparados para Sicó.

Caras cansadas no final eheheh :)
(verdade seja dita, dramatizámos um pouco)

A nossa próxima prova é no domingo. Vamos voltar à estrada! E que saudades! Desde a São Silvestre da Amadora, ou seja desde o ano passado, que não corremos em estrada! 
Inicialmente não estava nos nossos planos ir aos 20 km de Cascais porque supostamente estava mesmo entre a Ultra dos Abutres e a Ultra de Sicó e precisávamos era de um longo em trilhos mas como a Ultra dos Abutres foi por água abaixo achámos que seria útil treinar em estrada.

Costuma dizer que há males que vêm por bem mas também há bens que vêm por mal. Foi este o caso. Não conseguimos completar os Abutres mas graças a isso vamos a uma prova que me é muito especial, os 20 km de Cascais onde na primeira edição voei e na segunda fizemos uma meia espectacular pós-maratona de Sevilha :)

BACK TO TE ROAD! OH YEAH!

19 comentários:

  1. Olha eu sou um defensor acérrimo dos bastões! Mas acho que isso depende muito de pessoa para pessoa. Pessoalmente, ajudam-me em quase todos os momentos de uma prova. Seja em subidas, descidas ou trilhos técnicos. Além disso não me custa nada correr normalmente com eles na mão. Mas a principal diferença pra mim é a melhoria da postura nas subidas, deixei de ter dores na região lombar.
    Não conhecia a designação do serratrote eheh mas já a apliquei algumas vezes, principalmente em zonas planas ou ligeiramente a subir. Quando são subidas a sério nem tento, são para andar!
    Pois, vou arriscar mesmo nos 111km. Não queria ir para a Madeira virgem dos 3 dígitos :) Como em principio é uma prova +/- rolante, vai ser um grande teste à gestão do esforço. Vamos lá ver se não estou a ser ambicioso de mais! Olha o Sicó era um excelente teste para os teus bastões! Ah, e quanto às dores de braços, comecei a incluir dois exercicios muito simples no meu esquema de reforço muscular que ajudaram muito. Vou procurar exemplos na net e mostro-te.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem Filipe. Fico à espera desses exercicios de reforço muscular dos braços.
      Tu és maluco...111 km...Mas FORÇA!!!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Já aprendi uma hoje: Serratrote :)

    Mas fiquei desiludido com a "famosa" cascata. Têm a certeza que da outra vez viram-na bem ou estavam em transe para os Abutres?!? (ih ih ih)

    Quanto ao Hélder Ferreira, claro que é uma pessoa simpática. Conheces algum atleta de Tomar que não o seja?!? (outro ih ih ih)

    Beijinhos e quero vê-los felizes e contentes a voarem em Cascais. Força Ultra-Amigos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos a certeza absoluta. Tanto que o sítio estava lá :)

      Felizes e contentes vais ver com certeza, a voar logo se vê, até porque antes vão haver mais km's.

      Beijinhos e até amanhã!

      Eliminar
  3. A mim ofereceram-me uns bastões no Natal, mas como ando dedicado à estrada ainda só corri com eles uma vez em Monstanto. Dessa experiência fiquei com a mesma opinião que tu, ajuda imenso nas subidas, mas nas descidas não cheguei a perceber a melhor forma de os usar.

    Também fiquei com duvidas se serão úteis em todo o tipo de piso, por exemplo Arga, com tanta pedra não sei se os bastões serão uma vantagem ou se vão acabar por estorvar.

    Já agora foste sempre com eles na mão ou quando não os usavas prendeste na mochila?

    Beijinhos e força para Domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, em Arga provavelmente não seriam tão úteis.
      Ao inicio do treino como andávamos por sítios mais técnicos levava-os na mão e até não me incomodou correr com eles assim. Mais à frente acabei por prendê-los na mochila e nem dei por eles.

      Beijinhos e bons treinos!

      Eliminar
    2. A vossa mochila tem sitio para prender bastoes? É que a minha não tem, vou ter de inventar alguma forma de os prender lá. A minha preocupação é deixar as pontas dos bastões de forma a que se cair não corra o risco de ficar com elas espetadas em mim.

      Eliminar
    3. A do Vitor tem, a minha não tem, mas arranjei um método em que consigo prendê-los e não estorvou nada.

      Eliminar
  4. ahahaha ora então eu não sabia que já tinha praticado serratrote em Bucelas ahahaha :)
    Gostei da expressão!!
    Gostava de um dia ir com vocês a Monsanto... seria um belo treino... mas eu cá não vos chego aos calcanhares... até já são reconhecidos pelas mais altas individualidades... Hélder Ferreira!!! Puff Puff!! Só para meter inveja ehehhehhe


    Força nesses treinos amigos....
    E força para os 20km de cascais que eu nessa manhã vou descobrir trilhos aqui pertinho :D

    Beijinhos enormes madrinha
    (saudadeS)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anda tudo a praticar serratrote e nem sabiam :)
      Eheheh e o que não terá o Helder pensado quando nos viu? Olha, aquele famoso casal, a Isa e o Vitor eheheh :)
      Um dia que querias é só dizeres que vens treinar conosco uns km's :)

      Bons treinos por esses trilhos minha adorada afilhada!
      Beijinhos grandes

      Eliminar
  5. Esse praticante de BTT, pelo equipamento que usava estava a praticar Downhill. São "meninos" que fazem descidas técnicas a velocidades estonteantes (e onde o comum do mortal nem consegue descer em cima de uma bicicleta) e todo o equipamento é especifico para essa modalidade da BTT deste a bicicleta, passando pela roupa com as devidas protecções e ao capacete que tem semelhanças com os das motos,
    Também se pratica downhill em ambiente urbano com recurso ao uso de escadas e em Alfama (Lisboa) há todos os anos um prova onde correm os melhores atletas a nível mundial.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, não me lembrava da palavra :)
      Só me lembrava que eles são muita malucos por fazer aquilo ahahah.
      Beijinhos e bons treinos

      Eliminar
    2. Curiosamente já vi essa prova em alfama.... eles são realmente loucos!!! :D

      Eliminar
  6. Mais um grande treino em Monsanto!
    Estes novos trilhos que descobrimos são espectaculares!
    Pois é, ainda não estou convencido em relação aos bastões, vou acompanhar a tua experiência para tomar uma decisão. Mas se todas as pessoas dizem que ajudam muito...
    Foi incrível ver o Hélder ferreira subir aquela parede!
    O Serratrote vai ser essencial para os desafios que temos pela frente:)
    Amanhã vamos ver como estamos na estrada;)

    Beijos gigantes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um treino espectacular!
      E amanhã temos outro treino/corrida onde com certeza vamos ser muito felizes :)
      E o serratrote será sempre essencial para os nossos próximos ultra desafios.

      Beijos gigantes mon amour

      Eliminar
  7. Com um nome desses só podia ser simpático e um grande atleta:)
    Olha e parece que via ao campeonato do mundo ajudar a defender as cores lusas.
    Outra coisa, sprintar nas subidas é facil agora subir devagar, quase parado, ui, isso é que doi!!
    Belo treino, na semana passada também fui mas foi mais curtinho.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai sim senhor! Logo aí se vê o enorme atleta que é.
      Monsanto tem sítios maravilhosos para descobrir.
      Beijinhos e bons treinos!

      Eliminar
  8. Sempre a bombar...é assim mesmo. Sicó é para conquistar!!!
    Eu tb tenho uns bastões dos mais baratos da Decathlon e tenho a mesma opinião que tu.... a subir ajuda muito, a descer estorvam. Nunca levei a uma prova porque não são desdobráveis...
    Beijinhos e abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até rimou! :)
      Siga!
      Beijinhos e bons treinos!

      Eliminar