quinta-feira, 23 de maio de 2013

Um treino...durinho no Jamor

Depois de o João se ter juntado a mim já por duas vezes em Monsanto, foi a minha vez de experimentar correr num sítio que fica relativamente perto, mas nunca calhou ir lá treinar. Após o nosso treino em conjunto na passada quarta-feira, combinámos um treino para o Jamor.

O treino começou com o Nani. Ainda não tinhamos começado a correr e eu avistei o jogador da selecção nacional de futebol. Completamente histérica corri para ele a gritar "Nani, Nani!". Hehehe. Enganei-vos bem...Na realidade apenas comentei com o João, "olha o Nani". E foi isto.
O plano era correr 15 km num percurso variado, mas que apenas o João conhecia. Na minha cabeça eu imaginei um percurso acessível...

Começámos de facto numa zona com um percurso acessível, junto ao lago com o percurso para a canoagem. Demos umas  voltas por ali, eu tirei esta foto à pata e aos patinhos.


Já que ia com o tlm na mão tirei outra foto:


É ou não um sítio agradável para se correr?
Depois subimos até ao Estádio Nacional e descemos por um caminho de cabras. Seguimos então para a zona de cross, onde demos lá umas belas voltas e fizemos algumas subidas mais durinhas. Também corremos numas zonas com areia. Já posso dizer que já corri em areia =P Mas foi só uns metros e não achei muita piada, pois os pés afundavam-se na areia.
Uma foto da zona do cross:
João Lima de preto...
Quem é que o reconhece? =)
Mais ou menos pelo km 8 comecei a sentir-me mais solta, porque para variar os primeiros kms foram mais custosos e as minhas pernas iam naquele "Epá, mas esta gaija é doida? Mas o que é que ela quer? Correr? Nem pensar!"

Descemos umas escadas, que mais tarde viríamos a subir e mais ou menos pelo km 9 é que finalmente fomos beber um pouco de água e molhar a cara. Seguimos caminho e o João só me disse assim "Lembras-te daquela descida que fizemos à bocado? (a do caminho de cabras). Ele não precisou de dizer mais nada, percebi logo que iríamos subi-la. E assim foi. Enquanto quase todo o treino foi feito na conversa, nesta altura  pouco ou nada dissemos. Quando a subida acabou estávamos de novo junto ao Estádio Nacional.

Pois...eu sei...que não se vê nada por causa do sol..
Mas imaginem o Estádio Nacional e mais umas bancadas extra
por causa da final da Taça no domingo.
Andávamos pelo km 10 e a fase seguinte viria a revelar-se a mais dura. Iriamos meter por uns trilhos completamente desconhecidos para mim. O João disse "Vamos acabar o treino a descer." Não percebi...Após alguns segundos de raciocínio lento percebi...Para acabarmos a descer primeiro teríamos que subir!!!

Almoçar favas num dia em que vamos correr 15 km por caminhos algo sinuosos não é boa ideia. Por esta altura comecei a sentir-me pesada e ainda por cima a subida tinha imensas pedrinhas que rolavam por baixo dos nossos pés. 

Quando a subida terminou chegámos ao cimo e a vista era espectacular. Primeiro disse ao João que nem estava em condições de admirar a vista, mas depois acabei por tirar o telemóvel e tirar algumas fotos.


As fotos estão meio tortas, tal e qual como a fotógrafa já ia...
Mas dá para ver que a vista é bem bonita.
Seguiu-se talvez a minha parte favorita, ou pelo menos uma das favoritas. Até me esqueci que estava cansada, vejam lá!
Não havia por ali mais ninguém...humano....porque de repente começaram a saltar à nossa frente vários coelhos. Primeiro vimos um. E só por ver um coelho eu já teria achado piada. Mas depois passou outro à nossa frente e mais outro, e mais outro... Vimos uma dúzia de coelhos ou mais. Uns maiorzinhos que outros e todos uns bons metros à nossa frente. Tão fofinhos, tão amorosos, tão queridos! Adorei!
Quanto a fotos...eu tentei, sabem? Mas os sacaninhas eram tão rápidos que quando eu carregava no botão, já eles tinham desaparecido no meio dos arbustos. 

Ele deve estar ali no meio dos arbustos...
Depois da emoção dos coelhos ter passado, eu voltei a sentir-me cansada e ainda havia mais uma subida. Why??? Depois era sempre a descer. Mas já nem a descer eu conseguia acelerar. As favas ainda pesam!
Íamos com 14 km e o João perguntou-me se eu queria parar, porque, palavras dele, eu ia com cara de morta...Podia parecer morta, mas ainda estava viva e disse que não. Não íamos parar com 14, íamos continuar até aos 15. E assim foi. 15 km feitos. 

Ao que parece há um percurso um pouco mais duro do que este que fizemos ontem. Já disse ao João que para a próxima fazemos esse! =) Sou ou não sou maluca? Ainda agora saí dum e já me quero meter noutro pior. Mas a verdade é que eu gostei bastante do treino. Foi super diversificado, quer em paisagens, quer em pisos (desde alcatrão, a erva, a terra batida, a pedras, a areia), com subidas e descidas, com escadas, com patos e coelhos e muitos, muitos mosquitos =P O que é que se pode pedir mais? Ah, já sei, um coelho fotogénico que pose para a fotografia. Hehehehehe.

Boas corridas!

24 comentários:

  1. Fartei-me de rir com o teu bem humorado relato :)

    Podias ir com cara de "morta" mas nem assim conheces a palavra desistir. Tens uma enorme garra!!!

    E para a próxima, vamos então àquela "subidinha" :)

    Fiquei muito feliz que tivesses gostado do treino. Para mim, que já o fiz várias vezes mas sempre sozinho, ter o privilégio da tua companhia e irmos a conversar, suavizou imenso a habitual dureza deste percurso.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos sim João! (estou a armar-me em corajosa, mas estou com um bocadinho de medo)

      Fico feliz por ter suavizado a dureza do percurso.
      Eu agradeço também a companhia, pois se não tivesses ido comigo provavelmente teria parado por volta dos 10km, mas ainda bem que não o fiz, pois assim não teríamos visto os coelhitos :)

      Beijinhos e até domingo!

      Eliminar
  2. Já deu para perceber que o João Lima é má companhia.
    Cuidado que ele leva-te para "maus" caminhos!! :))))

    Um beijinho ao João e outro para ti!

    Boas corridas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah leva, leva! =P
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar
    2. Olhem só a fama com que eu fico! :) (ih ih ih)

      Eliminar
  3. Terá sido por aqui que andaram?
    http://jamor.idesporto.pt/upload/marchaecorrida.jpg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, andámos por aí. Talvez o percurso não tenha sido tal e qual, mas foi semelhante.
      Boas corridas!

      Eliminar
  4. Belo treino, percurso diversificado, rampas, descidas, distância e boa companhia....um treininho desses por semana e as 2h na Meia já foram e por larga margem.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um treininho mesmo bom. Venham mais destes :)
      Beijinhos

      Eliminar
  5. É um dos meus sitios preferidos para treinos, especialmente a parte da mata ao lado do estádio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi na parte da mata que vimos os coelhos :) Como já era perto das 20h eles andavam cá fora todos contentes a pensar que não haveria por ali nenhum doido a correr...e afinal haviam dois, hehehe.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Pelo meio da natureza é que se fazem os melhores treinos! Mesmo cansados, é uma surpresa a cada esquina. E não devias ir assim tão "morta", porque lá apanharam as vossas "lebres".. ;)

    Beijinhos e até domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehe, gostei dessa =)
      Bjs e até domingo.

      Eliminar
  7. Sou novata nestas andanças das corridas, mas são relatos como o seu que me dá ainda mais forças e vontade de continuar o meu objectivo! Estou completamente viciada nas corridas. Já não vivo sem elas, e ler os seus textos é ainda mais motivante! Força nessas corridas :)
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá "Piolha" :)
      Fico muito satisfeita por dar alento a alguém para continuar a correr :)
      Não desista! Correr é algo que nos faz bem física e psicologicamente.
      Beijinhos e força!

      Eliminar
    2. Agora que comecei jamais irei desistir!! :D eheh

      Beijinhos ;)

      Eliminar
  8. Gosto muito de treinar no Jamor. Hoje fui lá, o primeiro Jamor no pós-inverno. E tem muitas variáveis. Se bem conheço o João ainda vais rapar muito mais. ;)

    Beijos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não duvido! :) Mas eu não me importo, eu gosto é disto! Quanto mais difícil melhor!
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Participei no "Corre Jamor" em 2012 e gostei bastante daquele local. E depois do teu relato fiquei a gostar mais.
    Ainda não estou convencido que o tipo da foto é o João :)

    Preparada para Domingo?

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem sabia que podíamos fazer um percurso tão variado naquele espaço. E com um guia como o João ainda foi melhor.

      Preparadissima =)

      Beijinhos

      Eliminar
  10. O Estádio Nacional foi uma das minhas "casas" (e do meu tio) durante muito anos.
    Ainda não se falava de trail e muito pouco de montanha e já nós treinávamos na mata do Jamor em percursos que eram considerados impróprios para correr na época!
    Praticamente não conheço nada do que há de novo no Estádio Nacional mas a parte da mata tanto por cima do Estádio de Honra com do lado de Linda a Velha conheço (se ainda me lembro...) de olhos fechados.
    O Estádio Nacional é dos melhores locais para se treinar na região de Lisboa pois tem duas vertentes excelente: percursos para treinar o chamado trail e a possibilidade de se correr no eixo Cruz Quebrada - Cais do Sodré (sempre junto ao Rio) o que é dos melhores percursos em Lisboa para os treinos longos em estrada. As minhas, modestas, 4 maratonas foram construídas nesse percurso!

    O João Lima de preto é algo de muito estranho mesmo!

    Força para domingo no Guincho.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então também serias um óptimo anfitrião para um treino no Jamor =)

      Obrigada e melhoras rápidas.

      Beijinhos

      Eliminar
  11. Com essa do Nani fui 'enganado' e vim ler o resto do seu texto. Afinal o que andaria o rapaz a fazer por ali??
    Mas afinal foi só o 'isco' e valeu a pena porque gostei do que li.
    Parabéns pelo texto e pela descrição dum treino que faço muitas vezes uma vez que o EN é o meu local de treinos por defeito.
    Pena que raramente se possa ir para o circuito por trás do Estádio de Honra, invariavelmente fechado.
    Tenho um esquema que começa no circuito dos Patos, passa depois para o circuito nascente, por cima da antiga Faculdade de Motricidade Humana, vai depois à Pista de Cross e acaba no circuito poente.
    Bons treinos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, também não sabemos que ele andaria a fazer. Só sei que estava a entrar para o carro...
      Eu conhecia mais ou menos, mas nunca lá tinha corrido e achei bastante agradável.
      Boas corridas!

      Eliminar