quinta-feira, 25 de julho de 2013

Treino 25(6) km em Milfontes

Tinha planeado um treino de 25 km para o fim-de-semana que passou. Por questões logísticas passei o treino de domingo para sábado. O plano era ter visto um possível trajecto na net antes de ir para Milfontes e depois seguir esse trajecto lá. Como não tenho um relógio que me dê os km's e como queria fazer os 25 km mais coisa menos coisa esta era a única forma. Só que o pc pregou-me uma partida e avariou antes das férias. Mas eu sou desenrascada e pensei logo "quando chegar a Milfontes vou ao posto de turismo e peço um mapa, com certeza que deve ter lá uma escala". E assim foi. 
Da primeira vez que passei pelo posto este estava fechado, mas vi logo que havia um mapa na porta e que cada 3 cm correspondiam a 100 m. Não sei se estão a ver o filme....Quando lá voltei a passar o posto já estava aberto. Tinham um mapa, mas não era aquele que estava na porta, esse só deveria chegar mais tarde. Entretanto levei outro que não tinha escala nenhuma...Não faz mal. Uma pessoa desenrasca-se. 

Num dia a seguir ao jantar passei à porta do posto de turismo. De caneta na mão e com a tampa a fazer de régua (eu sei...sou muito criativa) lá apontei de uma forma muito primitiva as distâncias no mapa que eu tinha em minha posse. Mais tarde este trabalho todo revelou-se inútil, pois no dia seguinte o posto de turismo já tinha o tal mapa que eu queria. Na posse deste novo mapa mais completo, mas que não apanhava toda a Milfontes desenhei então um trajecto para fazer 25 km dentro da vila de Milfontes. Haviam imensas hipóteses de trajectos. Eu podia seguir por aqui, eu podia seguir por ali, eu podia ir até aqui ou até ali, etc...só que eu tinha que ser realista. Se eu desenhasse um percurso demasiado irregular digamos assim eu não iria conseguir decorá-lo. A certa altura já não me iria lembrar se tinha de seguir por esta rua ou por aquela. E depois havia também o factor segurança. Tendo em conta que eu ia começar a correr tão cedo e nos treinos anteriores já tinha reparado que muito pouca gente havia nas ruas, não achei muito seguro pôr-me a correr por ruas secundárias ou ir até ao porto que fica a alguma distância da vila e por uma estrada muito pouco (ou nada) movimentada aquela hora da manhã. 

Portanto, após estas considerações lá elaborei um plano de treinos do género circular que nas três primeiras "voltas" passava sempre junto à praia e ia seguindo pela rua principal até uma rotunda que há quase ao inicio da vila. Na quarta volta já fazia uma ligeira variação, pois já seria mais tarde, logo mais seguro e assim também variava um bocado. À quinta volta saia mesmo da vila e ia até perto das bombas de gasolina e voltava pela rua principal mas depois metendo para dentro dumas ruas mais pitorescas e mais calmas (o que a essa hora já seria desejável pois já haveria mais confusão na rua principal). Por fim, na última volta eu iria pela sexta vez junto à praia, voltaria para trás mas viraria para dentro e seguiria até ao campismo e depois retomando a rua principal e voltando a descer novamente até à praia para acabar com o mar como pano de fundo. 

Estas voltinhas todas pela observação que fiz do mapa davam os tais 25 km mais metro menos metro. Só que eu estava a depender da suposição numa determinada parte, aquela em que saio da vila. O mapa era mais central e portanto eu não tinha a certeza de quantos km's poderia estar a fazer nessa secção não presente no mapa. Mas também não precisa de ser tudo tão ao pormenor, por isso faria aquele trajecto e isso já havia de dar um treino bem longo, claramente acima de 20 km e isso é que era importante.

Sendo assim no sábado acordei às 6h30, equipei-me e desta vez comi qualquer coisa, pois uma coisa são 5 ou mesmo 13 km, agora 25 km sem nada na barriga não me pareceu uma boa ideia, por isso comi uma torrada e levei comigo marmelada e cajus para o caminho. Depois quando a minha mãe fosse à praia por volta das 9h eu passava por ela junto à praia e ela dava-me mais marmelada e cajus. Às 7 e pouco comecei a correr. 

(Desculpem lá esta conversa toda...só agora é que vou começar a relatar o treino propriamente dito....)

Até este dia o meu recorde de distância era de 24 km, se eu queria fazer 25 km sozinha tinha de correr bem devagar e simplesmente resistir. Tinha de aguentar-me. 
Estava com algum receio de correr 25 km sem unha, mas correu tudo bem. Tudo pacífico.
Logo no ínicio do treino passei por uns miúdos sentados numa esplanada dum café que ainda estava a abrir. Ouvi uns comentários, mas não prestei muita atenção. Fui sempre a ouvir música, embora levasse só um auricular que era para ouvir bem do outro ouvido.  Dei a primeira volta. Pacífico. Já só faltam mais 5...
A sensação é fantástica, tirando os putos que vêm duma noite de copos não se vê quase ninguém na rua. Nem sequer o Faneco com muita pena minha. 
Passei por outros miúdos que também vinham dos copos. Um deles quando me viu a correr às 7h e pouco da manhã soltou um "Han?!?!!Isto deve ser a gozar....Eu cá vou xonar. Xonar!". Deve ter pensado que me estava a fazer muita inveja por ir dormir enquanto eu estava ali a correr. Mas enganou-se. Eu já tinha dormido e naquele momento não queria estar a fazer mais nada a não ser correr. Claro que isto ainda foi no ínicio do treino....mais para o fim já estava a sonhar com uma toalha estendida na areia...

Quando ia na segunda volta passei novamente pelos miúdos que tinha visto sentados na esplanada. Vinham em sentido contrário ao meu. Não se via mais ninguém na rua. Quando passei por eles começaram todos na brincadeira a correr ao meu lado e todos gingões a dizerem "ah, vamos correr um bocadinho", "até onde é que vai?". Respondi que ia dar algumas voltas à vila....Continuaram a correr todos gingões. Disse-lhes que achava melhor ficarem por ali, que eu ainda ia correr um bom bocado. Continuaram todos no gozo. Disse-lhes que ia fazer 25 km. "O QUÊ??!!??!" disse um. Esse parou nesse instante de correr. Os outros seguiram-lhe as pisadas. Mas houve um resistente que não se deixou intimidar. Talvez estivesse com mais copos em cima...Ele até parecia sóbrio mas depois duma noite de copos o raciocínio já não devia estar no seu melhor. Correu comigo e perguntou-me até onde é que eu ia. Respondi que ia até à rotunda à entrada da vila. Resposta dele "Epá, mas isso ainda é longe". Se ele me estava a dizer aquilo (e reparem que eu já tinha referido que ia correr 25 km) achei que ele não estava preparado para a realidade. Eu ia até à rotunda, que segundo ele "é longe", mas eu ia até à rotunda várias vezes...Então isso deveria ser bué, búe de longe para ele. Hihihi.  Como ele achou que a rotunda era longe disse-me "Então se calhar é melhor eu virar já ali à frente." Respondi "É melhor...". E assim foi. O resistente correu comigo 300, 400 metros se tanto. 
Tenho esperança de ter deixado aquelas cabecinhas com vontade de correr mais e beber menos. Apenas esperança. Talvez daqui a uns anos.

Na terceira volta passei então pela minha mãe para reabastecimentos sólidos. Ela ia para a praia e eu ainda tinha um pouco mais de metade do treino para fazer. Na quarta volta, que era ligeiramente diferente das três primeiras mas no seu essencial era muito parecida, eu já estava a ficar um pouco aborrecida por andar ali às voltas. A paisagem é muito bonita mas passarmos 4 vezes pelo mesmo sítio pode tornar-se aborrecido. Felizmente as seguintes eram diferentes. Na penúltima volta saí da vila e segui por uma zona de terra batida junto à estrada. Nessa altura já havia mais trânsito e na vila já haviam várias pessoas na rua. Ao sair da vila passei por uns cavalos e por umas cegonhas. Ainda tive paciência para tirar uma fotografia às cegonhas.

Vá, vão lá buscar a lupa outra vez...
Uma pista: são 3 cegonhas.
Continuei a correr e fui quase quase até às bombas de gasolina e depois voltei tudo para trás. Novamente na vila, novamente na rotunda junto à Praia do Farol e agora sim ia fazer a última volta. Eu já não tinha a certeza a quantas ia, comecei a duvidar se tinha que fazer 6 ou 7 voltas. Mas eu ia com quase 3 horas de corrida e pensei para comigo que 7 voltas já era demais. Por isso pensei já que não tenho a certeza se vai dar 25 km, ao menos corro 3h20 que já são mais 5 minutos que o treino de 24 feito há 2 semanas. E assim fico com recorde de distância e de tempo a correr. A última volta já me custou bastante. O sol já ia um pouco alto, já havia muita gente nas ruas e ainda por cima fui dar uma volta que passou pelo mercado e pelo campismo e aquela hora era só gente. Demasiadas pessoas para o meu gosto. Logo de manhãzinha é que se estava bem. 
Por volta das 10h30 dou por finalizado o meu treino junto à praia já com muita gente. 

25 km (penso eu) em 3h20.

Vou só tomar um banho e trocar de roupa e sigo para a praia. Não chego a estender a toalha. Já não iria conseguir levantar-me...Vou directa à água e fico lá com as pernas de molho alguns minutos. Depois dou uns mergulhos, nado um bocadinho (não muito que estou toda partida) e sigo para a toalha onde tomo o meu segundo pequeno-almoço =).

Estou cansada mas satisfeita. Consegui! Mais uma prova superada. E é a isto tudo que eu acho piada na preparação para a maratona. É aos poucos ir superando o número de km's, ir superando o tempo a correr. Isto está a dar-me um gozo enorme. Ando mesmo entusiasmada com tudo isto. Por um lado vou desfrutando do caminho que se percorre até ao dia da maratona, por outro sinto-me ansiosa e desejosa que chegue o grande dia.


Ontem por curiosidade e para ter a certeza que fiz os 25 km tracei o percurso que fiz no Google Earth. E quantos km's me deu? 26 km!!! =D
E eu, pelo sim pelo não, a correr 3h20 e afinal não era preciso tanto. Fiquei toda contente por ter corrido 26 km. Isto só prova que às vezes não ter um relógio que dê os km's até pode ser bom. Uma pessoa pelo sim pelo não corre mais um bocado e acaba por superar-se ainda mais do que previa. Sem dúvida que foi um excelente treino que me deixou muito satisfeita. 
É muito bom ter companhia nos treinos e sem dúvida que na maioria das vezes ajuda muito e acabamos por nos ajudar uns aos outros, nem que seja com conversa para distrair. Mas correr sozinha também é óptimo, pois vamos com os nossos próprios pensamentos e acaba por ser mais zen. E conseguirmos superar-nos sozinhos é uma enorme alegria. 
Até à maratona a maioria dos treinos longos serão com o João e até com mais companheiros que se juntem a nós, mas fez-me muito bem este treino longo sozinha.

Venham os 27 km já no próximo domingo! =)

22 comentários:

  1. Muitosss Parabénsssss :D
    Grande grande grande treino!!!! :D
    Cada vez mais Km's é sempre a somar.. Estou muito feliz!!! :)

    Bom quanto aos miúdos, enfim também já apanhei desses e é esperar que mudem a mentalidade, porque essa ainda é muito baixinha o que faz com que tenham certas e determinadas atitudes.

    Adorei o texto e fartei-me de rir na parte do "bué bué longe", lembraste-me o Shrek :) ahahha

    Bom, continuação de bons treinos e forçaaaaa estás cada vez melhor!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Marta.
      Escrevi aquilo mesmo a pensar no Shrek :)
      Beijinhos e força para ti também que também estás cada vez melhor :)

      Eliminar
  2. Estava a ler a tua descrição e a fazer o treino ctg! A estrada da praia, a rotunda, as bombas de gasolina... até quase consigo adivinhar as ruas pitorescas onde viraste! :) Gostei muito do treino, obrigada! :P
    Mas acredito que não tenha sido fácil as repetições de percurso, é sempre o que me custa mais, dar as mesmas voltas. Eu ia sempre correr até ao porto que referes, mas também na altura fazia menos kms e começava mais tarde.

    Beijinhos e continuação de bons treinos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, para quem conhece torna-se mais fácil de ler.
      Foi um treino agradável porque correr em Milfontes é outra coisa, mas andar ali às voltas a certa altura já estava a ser um bocado aborrecido.
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar
  3. Grande Isa, parabéns...não é fácil fazer um treino assim. Longos com amigos ou sozinho, o importante é correr com prazer.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não foi fácil, principalmente a parte final, mas fez-se e cheguei viva ao fim que é o que interessa =)
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar
  4. Mais um extraordinário relato dum fantástico treino que te vai levar ao que escreveste na areia (adorei esta fotografia!!!)

    Beijinhos e venha domingo! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tirei montes de fotos até que houvesse uma que ficasse bem. Mas já tinha esta ideia há algum tempo :)
      Beijinhos e até domingo!

      Eliminar
  5. "Grão a grão..." - neste caso, passo a passo, treino a treino, o caminho está a seguir na direcção certa! Muito bom. Usufrui. PAra depois melhor usufruires do grande dia!

    Beijinho e bom descanso. Descanso também é preciso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devagar devagarinho se vai ao longe :)
      Não te preocupes que há 3 dias de descanso por semana.
      Beijinhos e bons treinos!

      Eliminar
  6. Força para esses treinos longos. Espero um dia chegar ao ponto de correr tantos Km. Para já não me consigo aventurar para alem dos 15 Km :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E chegas :)
      É só esforçarmo-nos e treinarmos que conseguimos. Vais ver que aumentando gradualmente a distância dos km's vais conseguindo chegar mais longe.
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar

  7. Grão a grão, tu chegas lá!

    Tens imensa força de vontade, o que é meio caminho andado!

    Estou a torcer!

    Bjinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ana :)
      Beijinhos e boas corridas!

      Eliminar
  8. Grande treino, e que grande força de vontade para acordar a essa hora nas férias e ir correr. Com essa determinação não tenho duvidas que acabas a Maratona.

    Bons treinos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada João.
      Não foi um esforço muito grande, porque em Milfontes sabe muito bem correr de manhã. Em Lisboa também mas não é a mesma coisa pois há sempre mais trânsito, mais poluição e ...mais prédios...
      Beijinhos e bons treinos.

      Eliminar
  9. Soubeste inventar um bom treino.
    Mais importante que o nr de km, foi estares 3h20 a correr, é disso que vais precisar a 6 de outubro.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que foi mesmo isso. Tive de inventar.
      Os treinos têm corrido bem felizmente.
      Beijinhos e uma boa semana.

      Eliminar
  10. Gostei do relato e interessei-me mais pq conheço (ou conhecia) Milfontes porque lá por volta do final da década de 90 passei lá férias.
    Permita-me uma crítica. Mas que falta de imaginação fazer 25Kms às voltas na Vila de Milfontes!!
    Mesmo sem mapas e sem essa logística toda, bastava meter as pernas a caminho, por exemplo do Malhão (Norte) ou das Furnas (Sul) para ter trajectos alternativos, menos estonteantes e muito mais interessantes do que andar a iniciar meninos nesta actividade e a fazer retornos em bombas de gasolina. Já para não falar, por exemplo, dum treino Milfontes - Porto Côvo, quase na totalidade em estrada secundária e por isso com menos confusão. Há ainda o caminho junto ao mar, até ao tal porto que menciona e pelo que me recordo, onde se comia muito bem lá num restaurantezito, que é igualmente uma óptima opção, porque para além do cenário que se desfruta o piso é areia e terra o que o torna bem mais agradável para o esqueleto e associados.
    Uma das coisas que aprendi com a leitura da Spiridon é que o espírito também conta e nestas coisas de treinos longos é muito importante darmos-lhe pontos de interesse. Se formos mais distraídos o treino torna-se muito mais agradável.
    Bons Treinos
    Cumps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente. O problema é que sou menina. E uma menina a correr sozinha por estradas secundárias aquela hora da manhã...Não me pareceu seguro. Por muito que a minha vontade fosse a de ir até às Furnas ou até meio caminho de Porto Covo não queria estar a arriscar ir por estradas nacionais onde os carros passam por nós a velocidades muito mais elevadas e onde ao mesmo tempo há menos pessoas e como tal torna-se menos seguro.
      Se fosse acompanhada a história já seria outra e aí de bom grado faria um dos percursos que propõe =)
      Fica para uma próxima vez :)
      Bons treinos!

      Eliminar
  11. Pois ... se calhar até tem razão. Este Mundo (ainda) é dos Homens!!
    Sem carros e sem confusões, experimente, se puder, fazer Milfontes - Farol e depois, na Choupana (Restaurante) meter pelo trilho areia/terra que segue junto à costa. Pelo que me lembro vai dar a um Porto, que já na altura (década de 90) estava praticamente desactivado e é um trajecto que terá talvez (a minha memória ...) 5Kms. No regresso pode trocar outra vez as voltas à monotonia e regressar por um outro caminho que vai dar ao Parque de Campismo.
    Bons Treinos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah já sei. Já fiz esse percurso mas foi em caminhada, é de facto muito bonito.
      Fica então para a próxima vez que lá for :)
      Boas corridas Alexandre!

      Eliminar