sábado, 28 de julho de 2012

Aquela subida

Não sei por onde começar. Por isso para simplificar a coisa vou começar pelo ínicio...
Na quinta-feira à tarde fui ao ginásio, não estava com a mínima vontade mas lá fui. Fiz algumas máquinas e depois tive a correr 30 minutos na passadeira.
Depois ontem eu tinha planeado correr 1h30(até ontem eu só tinha corrido 1h30 1x). Saí de casa um pouco mais cedo do que o habitual, eram umas 17h30 e segui em direcção a Monsanto. Estava eu a correr há cerca de 45 minutos e decidi que se queria correr 1h30 o melhor era variar um pouco o percurso e não andar só ali às voltas e então tive uma ideia.
E se eu fosse até à ciclovia junto a Monsanto?
Sim, exacto, aquela por onde passava o Memorial Francisco Lázaro.
Sim, exacto, enfrentar aquela subida tão querida e amorosa. Aquela que se não fosse eu seguir atrás do tal senhor, eu não teria aguentado.
Então comecei a dirigir-me para lá pelo lado da rotunda que há ali entre a Buraca e o Bairro da Boavista. Ainda ia no "coração" de Monsanto e para chegar à ciclovia tinha que fazer uma subida. Ia eu nessa rampa e olho para trás e vejo 3 corredores um pouco atrás de mim. Lá pensei eu para mim:  "Lá vou outra vez ser ultrapassada em plena subida", mas não. Não sei se por pena de mim ou se para verem se eu me aguentava, a verdade é que não me ultrapassaram na subida.
Mas depois já em zona plana passaram por mim e deram-me as boas tardes e um deles disse assim: "Isto aqui é durinho". E eu, sem saber bem o que responder  fiquei calada. Por um lado não queria dar parte fraca, por outro lado também não queria parecer convencida, então optei pelo silêncio. O outro, talvez pelo meu silencio, disse: "Mas aguenta-se". E seguiram o seu caminho.
Mas concordo com eles. É durinho, mas aguenta-se. Mas claro que eles aguentam muito melhor do que eu
Eles seguiram por Monsanto e eu desviei para a ciclovia em sentido contrário ao da prova do Memorial Francisco Lázaro. Ou seja, ia a descer.
Mas depois ia voltar para trás.
Fiz mais ou menos 1 km e depois decidi voltar para trás.
E enfrentei aquela subida pela segunda vez na minha vida.
Nas calmas, sem pressas, que eu queria aguentar-me 1h30 a correr.
E fiz aquela subida contra o sol e contra o vento. Sentia-me quente e desejosa de voltar para dentro de Monsanto outra vez para passar pelo bebedouro.
Nesta altura já ia com cerca de 1h de corrida.
Fiz mais 1/4 de hora em Monsanto e depois dirigi-me para casa.
Consegui correr 1h30 e voltei a ficar com esperanças de conseguir correr a Meia Maratona da Vasco da Gama em Setembro.
Vamos ver como correm os treinos até lá...
Foi um treino mesmo muito bom, pois soube-me muito bem e gostei de ter "enfrentado" aquela subida que tanto me tinha desanimado na prova.
Hoje de manhã fui a uma aulinha de Body Balance e depois tive na passadeira a andar 3 km, depois na bike 2 km e depois máquinas e remo.
Agora é descanso e ver Jogos Olímpicos.

O Rui Costa ficou em 13ªlugar, o que acho brutal tendo em conta a vitória na Volta à Suiça e a boa classificação na Volta a França. E acho mesmo que este homem está destinado a grandes feitos.
O João Costa ficou em 7º lugar no tiro.
O apelido Costa tem algo de especial...

Boas corridas!

9 comentários:

  1. Com esses treinos estou a ver que vai mesmo fazer a Vasco da Gama em Setembro.
    É um boa meia maratona para a estreia, tem muita gente e dá para ir nas calmas lá no meio do pessoal e este ano tem muita animação musical e um concerto dos Xutos no Final.
    Mas para o ano, desafio-a, a ir Correr a meia maratona de São João das Lampas, vai ter umas belas subidas mas por essa altura já terá tirado o doutoramento em subidas em Monsanto e vai ficar apaixonada por uma prova onde cada atleta é tratado com um carinho muito especial.
    E se quiser pode lá ir este ano fazer a mini só para ver o ambiente, único, daquela bela meia maratona da região de Sintra e conhecer alguns dos amigos da Blogosfera corredora entre o quais o senhor que lhe fez a fotografia no Memorial Francisco Lázaro.
    Bons km!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero bem que sim.Pois eu já tinha ouvido falar de toda essa animação na Meia da Vasco da Gama e penso que isso é capaz de ajudar a que os km's pareçam passar mais depressa.
      Já li no seu blog e noutros que a Meia Maratona de São João das Lampas é de facto especial. Vou pensar em ir então este ano à Mini.
      O meu problema é não ter carro, sendo complicado deslocar-me a sítios fora de Lisboa, mas vou tentar convencer um amigo meu a ir comigo.

      Eliminar
    2. Se não tiver transporte posso ver se a Henriqueta Solipa lhe pode dar boleia.
      Entendo o seu problema pois também não tenho carro!

      Eliminar
  2. Parabéns pelo treino de hora e meia e pela coragem de enfrentar dificuldades que a tinham marcado no Lázaro.
    Assim é que se fortalece mentalmente um atleta, olhando olhos nos olhos naquilo que consideramos as nossas fraquezas, para se tornarem numa força.
    Eu quando comecei a correr tinha medo de subidas, as fortes pareciam-me um Adamastor, mas encarei-as de frente e passei a ser conhecido na parte do pelotão por onde navego (lá atrás) como alguém que sobe bem. E agora gosto bem de subidas!

    Força para a Vasco da Gama que é óptima para estreias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas suas palavras de encorajamento.
      Aos poucos vou tendo menos medo das subidas.Espero um dia também encarar bem as subidas.
      Boas corridas!

      Eliminar
  3. Mais uma crónica muito bonita, bonita porque é simples, simples porque está a descobrir a corrida e sabe como poucos transcrevê-la sem grandes alardes literários, apenas com a linguagem que eu e todos nós ligados a esta bonita modalidade desportiva bem entende. Se for a S.João das Lampas ainda vou convencê-la a fazer a prova comigo e com o Jorge Branco, iria ser um espectáculo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joaquim.
      Ainda não sei se vou a S.João das Lampas, mas gostava muito. Seja como for, não sei se estarei preparada para correr a 30 de Setembro a Meia da Vasco da Gama, quanto mais a 8, a de S.João das Lampas.
      Mas talvez vá lá pelo convívio só correr a Mini.
      Vamos ver.
      Boas corridas!

      Eliminar
  4. Monsanto é "durinho" mas "aguenta-se"!
    A 1ª vez é a que custa mais. Na próxima oportunidade em que enfrentar a subida vai ver que já lhe parece menos dura...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem razão Alexandre.
      Obrigada.
      Bons treinos!

      Eliminar