quarta-feira, 7 de março de 2018

Balanço de 2017

É tal o atraso do blogue que só em Março é que faço um balanço do ano anterior. Mas vocês já me conhecem, eu não desisto facilmente. Continuo a "correr atrás" de colocar a escrita em dia e hei-de conseguir caraças!!!!

2017 foi um ano atípico.

Para começar foi o ano em que menos provas fiz, um total de 26.
Depois fiz 3 provas sem o Vitor. Duas devido a lesão dele e outra devido a uma pequena operação que o obrigou a ficar parado umas semanitas (curiosamente as 3 provas que fiz sem ele correram todas super bem =P eh eh eh...).

E depois foi a primeira vez que eu própria tive que ficar algumas semanas sem correr devido a um "belo" dum esbardalhanço (e a cicatriz cá está...possivelmente para sempre).

Mesmo assim, foi um ano em geral positivo, terminámos mais 2 maratonas e já contabilizamos 9:

Maratona de Lisboa (2)
Maratona do Porto (3)
Maratona de Sevilha
Maratona de Madrid
Maratona de Barcelona
Maratona de Paris

Também atingi as 25 meias-maratonas (e ultrapassei, quando terminei o ano contabilizava 27).

E completámos mais uma ultra.

Bati 2 recordes pessoais, o dos 10 km e o dos 15 km, sendo que o dos 15 km bati por duas vezes e era o meu recorde mais antigo!

Assim, os meus recordes pessoais são agora os seguintes:

10 km 51m43s (Corrida da APAV 26.03.2017)

15 km 1h19m57s (Corrida das Fogueiras 24.06.2017)

20 km 1h56m54s (20 km Almeirim 27.10.2013 ) - Actualmente o meu RP mais antigo, facilmente batível mas existem poucas provas de 20 km)

Meia-Maratona 1h56m38s (Meia-Maratona dos Descobrimentos 04.12.2016) - Melhor que o recorde dos 20 km eh eh eh

Maratona 4h23m32s (Maratona do Porto 06.11.2016)

Para 2018 existem alguns planos mas a seu tempo lá chegaremos ;)
Sobretudo, CORRER FELIZES!

4 comentários:

  1. Muitos parabéns pelo ano de 2017. Falas em atípico mas vê bem tudo o que conseguiram :)
    E até a operação do Vitor resultou numa paragem muito menor do que se receava.
    O único ponto negro (literalmente) foi mesmo a tua queda.

    Quanto ao record dos 20, a nível oficial é muito melhor do que o que registas pois os tempos de passagem contam para record (aliás o record mundial dos 20 km foi realizado numa Meia, exactamente em Lisboa quando também se bateu o record da Meia em 2010). Podes é considerar que esse é o teu melhor tempo em provas de 20 :)

    Para 2018, além da décima Maratona, da 30ª Meia, não há nada melhor do que o que escreveste, CORREREM FELIZES!

    Beijinhos, abraços e muitos parabéns pelo ano! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que nem sequer é um ponto negro, é uma linha negra!

      Pois eu sei...basta ver o meu RP à Meia e o recorde dos 20 já era, mas eu gosto de contar o recorde dos 20 km apenas em prova de 20 km por isso ele continua por bater :) Quem sabe este ano consiga.

      Obrigada João e que 2018 seja também um ano com excelentes corridas para ti!

      Beijinhos e abraços

      Eliminar
  2. 26 provas e ainda foi o teu ano mais fraco a esse nível? Uau, o dobro do que eu faço! eheh Já tens é um belo curriculo! 9 maratonas fica bem em qualquer CV. Já há planos para a 10ª? Aposto que sim :) Já não me lembrava desse teu grande tempo no Porto em 2016! Espetaculo. Quanto ao record dos 20...bom, não há quase provas nenhumas, mas conheço uma muito boa para tratares disso :) Beijinhos e boa continuação de 2018!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Normalmente fazemos pelo menos 30 provas :)
      E sim, já há planos para a 10ª e talvez 11ª mas ainda sem certezas :)
      Beijinhos e abraços e continuação de 2018 também para ti

      Eliminar