domingo, 16 de outubro de 2016

Meia-Maratona da Ponte Vasco da Gama, o recorde ali tão pertinho...

02.10.2016

Foram precisos 4 anos para regressar à meia onde me estreei.
Foi aqui que a 30 de Setembro de 2012 me estreei na distância da meia maratona. Na altura fiz 2h32m39s. Agora fiz abaixo das 2h :)

Foi engraçado ter regressado ao local da minha estreia para completar a minha 20ª meia-maratona. 
20 meias! Já é um número respeitável :)

Encontrámo-nos bem cedo com os restantes 4 ao km no Parque das Nações.

4 ao km presentes nesta corrida:
Vitor, Isa, João Lima e Eberhard.

Apanhámos o autocarro para a partida que fica em plena Ponte Vasco da Gama, uma ponte que é sem dúvida bem bonita e com uma vista fantástica.




O autocarro ainda demora uma meia hora a chegar ao local da partida, pois tem que fazer a ponte toda até ao fim e depois dar a volta para nos deixar já para lá de meio da ponte. 


Estes rapazes parecem muito pensativos...
aposto que vão todos a pensar nas tácticas a adoptar... =P
Um grupo animado de franceses.
Vimos muitos estrangeiros nesta meia e claro que a maior parte do pessoal a apoiar durante a corrida eram estrangeiros. Eles fazem a festa toda :)

Tinha grandes expectativas para esta corrida. Na semana anterior tinha batido o meu recorde aos 10 km, agora queria pelo menos aproximar-me do meu recorde à meia e quiçá batê-lo.
Começámos bem, a uma média boa, gosto sempre de passar os 2 ou 3 km, porque só aí é que posso ficar descansada que já não me irão aparecer dores de gémeos ou de canelas. Chegámos facilmente aos 5 km e passámos aos 10 em bom ritmo para o recorde, embora fosse um pouco à justa.
O retorno seria por volta dos 12 km, foi mesmo nessa altura que o João passou por nós a bom ritmo e me deu um força, acreditando que eu conseguiria bater o meu recorde. Sim, porque o recorde do Vítor já é uma coisa mais à frente, o menino já fez 1h43m03s...O meu é 1h58m52s.
Mais ou menos nessa altura tive uma ligeira quebra que durou uns 3 km, depois recuperei e siga que eu ainda quero perseguir o recorde. Todos nós que corremos sabemos que uma das coisas que dá mais gozo é o esforço por um recorde, o perseguir aquele tempo. Independentemente de o batermos ou não, é um gozo enorme irmos a dar o máximo para tentarmos bater aquele tempo e foi exactamente assim que me senti durante esta corrida. Ainda por cima estava a ser muito renhido, km 16, 17, 18, 19 e eu sempre a acreditar, embora soubesse que tinha muito pouca margem.

Já na zona do Parque das Nações continuámos a acelerar e continuei a acreditar embora já me fosse a custar. 

Quase a chegar à meta, a acelerar na esperança de bater o meu recorde.


Fizemos a curva para entrar na longa recta da meta, olhei para o relógio e ao ver o quão longe ainda vinha a meta e vendo que ainda por cima o meu relógio ia dar 21 km e uns 200 m  percebi que já não dava. O mais frustrante é que ia ficar tão perto... Ainda soltei um palavrão antes de cortar a meta.
Ao cruzar a linha da meta vi o meu pai nas bancadas a assistir e cortei a meta de mão dada com o Vitor. Fizemos 1h59m16s. O meu recorde, relembro, é 1h58m52s. Ali tão perto...



Acabadinhos de atravessar a linha da meta.
O meu pensamento era "Porra, como é que deixei escapar o recorde?"

Apesar de alguma frustração por ter deixado escapar o recorde por tão poucos segundos, a verdade é que só temos que nos orgulhar, pois foi o meu 2º melhor tempo em 20 meias-maratonas e foi a 2ª vez que baixei das 2h. Isto promete, o recorde não anda longe :)

No final o habitual gelado e a bonita medalha, ainda tirámos uma foto com o meu pai mas está no telemóvel dele.

Foi uma excelente prova, senti-me bem, o Vitor também. Andamos a correr bem, a sentir-nos soltos e é uma sensação muito boa sentirmo-nos assim tão bem a correr.

Na semana seguinte havia nova meia-maratona, a da  Moita (para ter o blogue em dia só me falta um relato!!!!!!!!!!!!)

Foto tirada pelo meu pai que nos fez uma surpresa na meta

12 comentários:

  1. Foi por pouco, mas fica a ideia que mais cedo ou mais tarde esse record também vai cair. Coisas boas acontecem quando a felicidade impera e nota-se em vocês uma grande felicidade quando correm. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai ele vai cair, ai vai vai! :)
      Ainda bem que conseguimos transmitir a felicidade sentida.
      Bons treinos! Já faltam menos de 3 semanas...

      Eliminar
  2. Fizeram uma grande Meia e atentemos em dois pormenores. O percurso: Onde mora o teu record (Descobrimentos), é um pouco mais acessível que este. A temperatura: Enquanto no teu record estavam as melhores condições possíveis para boas marcas, aqui esteve calor.
    Em conclusão, com as condições ideais, tinhas batido por boa margem.
    O 4 de Dezembro que se cuide :)

    Beijinhos e força para daqui a 3 semanitas (onde a esta hora já são hepta-naratonistas!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É esse o pensamento. Dia 4 de Dezembro, na Meia dos Descobrimentos, o recorde já era! :)
      Obrigada e força também para ti, vamos os 3 ser hepta-maratonistas :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Foi por pouco Isa:)
    Fizemos uma grande prova, a tua melhor marca não caiu, mas sabemos que pode acontecer a qualquer momento.
    Parabéns pela 20ª meia maratona!
    Agora já tens mais, e só falta esse relato para teres o blogue em dia;)

    Beijos gigantes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faltou um danoninho :)
      Agora já vão 21 e esse relato irá colocar tudo em dia. Finalmente!!!

      Beijos gigantes

      Eliminar
  4. 20 meias??? ... hmmm .. pronto, ganhaste, eu só tenho 15 ;)
    Esteve perto esse recorde, que vai cair um dia destes sem dúvida nenhuma. Foi mais um belo treino para o dia próximo dia 6.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens é 15 muito mais rápidas que as minhas 21 :) (sim, entretanto já vou em 21 ;) eheheh)
      Foi um excelente treino e felizmente temos feito bons treinos rumo ao dia 6.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Esta prova também vai ser sempre especial para mim... Um dia volto! :)
    E o teu recorde à Meia também está aí ao virar da esquina. Quiçá da Maratona. ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, foi aqui que também te estreaste na meia :)
      Lembro-me tão bem de uns dias antes irmos as duas levantar os dorsais :) Foste a 1ª pessoa dos blogues que conheci :)
      Beijinhos e bons treinos

      Eliminar
  6. Foi por pouco mas qualquer dia esse recorde é pulverizado!
    Beijinho e abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há-de chegar o dia :)
      Beijinhos e abraço

      Eliminar